Vettel vence em Cingapura e fica a um ponto do título

A situação de Sebastian Vettel no campeonato de Fórmula 1 é muito confortável, com a vitória de hoje a próxima corrida é no circuito de Suzuca, no Japão e lá Vettel precisa apenas de um ponto para levar pra casa o bicampeonato de Fórmula 1.

Imagem: EFE

Com “apenas” 124 pontos de vantagem para Jeson Button que é o atual vice-líder desse campeonato Vettel pode por as mãos no título de 2011 com 4 corridas de antecedência.

Além da conquista de ontem quando conseguiu igualar o número de pole-positions do finlandês Mika Hakkeinen, hoje com mais uma vitória Vettel se juntou a mais um grupo dos gigantes da Formula 1, o grupo de pilotos que venceram mais de nove vezes em um campeonato.

Vettel largou em primeiro e assim terminou a corrida, as grandes emoções da prova aconteceram do segundo lugar pra trás, entre Button, Alonso, Webber, Massa e Hamilton.

Button logo assumiu a segunda posição na corrida deixando pra trás Alonso que sofria pressão de Webber e Massa. Hamilton tinha ficado um pouco pra trás e quando forçou o ataque pra cima de Felipe Massa bateu de forma irresponsável na roda traseira de Felipe deixando o pneu furado e a asa dianteira de Hamilton parcialmente quebrada. Hamilton tomou uma punição por ter causado a batida com Felipe.

Schumacher bateu ao se enroscar com a outra Mercedes de Rosberg e Pérez da Sauber. Rosberg errou na entrada da ultima curva e perdeu a posição para Pérez, na reta de chegada os dois disputaram posição e na freada Pérez foi jogado para fora, voltou para pista sobre pressão de Schumacher que tentou a ultrapassagem, errou no calculo de distância para o carro da frete e acabou “decolando” e quase acertando a traseira de Rosberg.

Agora esperar a desição do título que o dono dele está quase certo no Japão, a corrida será realizada daqui duas semanas na madrugada.

Veja a classificação de chagada do GP de Cingapura

Melhor volta: Jenson Button (McLaren-Mercedes) – 1m48s454

1 – Sebastian Vettel (RBR-Renault) – 61 voltas em 1h59m06s537
2 – Jenson Button (McLaren-Mercedes) – a 1s737
3 – Mark Webber (RBR-Renault) – a 29s279
4 – Fernando Alonso (Ferrari) – a 55s449
5 – Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) – a 1m07s766
6 – Paul di Resta (Force India-Mercedes) – a 1m51s067
7 – Nico Rosberg (Mercedes) – a 1 volta
8 – Adrian Sutil (Force India-Mercedes) – a 1 volta
9 – Felipe Massa (Ferrari) – a 1 volta
10 – Sergio Pérez (Sauber-Ferrari) – a 1 volta
11 – Pastor Maldonado (Williams-Cosworth) – a 1 volta
12 – Sebastien Buemi (STR-Ferrari) – a 1 volta
13 – Rubens Barrichello (Williams-Cosworth) – a 1 volta
14 – Kamui Kobayashi (Sauber-Ferrari) – a 2 voltas
15 – Bruno Senna (Renault-Lotus) – a 2 voltas
16 – Heikki Kovalainen (Lotus-Renault) – a 2 voltas
17 – Vitaly Petrov (Renault-Lotus) – a 2 voltas
18 – Jerome D’Ambrosio (MVR-Cosworth) – a 2 voltas
19 – Daniel Ricciardo (Hispania-Cosworth) – a 4 voltas
20 – Vitantonio Liuzzi (Hispania-Cosworth) – a 4 voltas
21 – Jaime Alguersuari (STR-Ferrari) – a 5 voltas

Abandonaram
Jarno Trulli (Lotus-Renault) – a 14 voltas/mecânico
Michael Schumacher (Mercedes) – a 33 voltas/acidente
Timo Glock (MVR-Cosworth) – a 52 voltas/mecânico

Anúncios

O que você achou da notícia? Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s