Fusão entre Pão de açucar e Carrefour é suspensa

As negociações foram suspensas por tempo indeterminado pelo fato de que o Grupo Pão de Açucar não recebeu o financiamento pelo banco BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social).

A razão pela recusa do BNDES de financiar a operação foi o anuncio feito pelo grupo Cassino da França que é contra a fusão, sendo o grupo Cassino o principal sócio do Pão de Açucar no Brasil.

A proposta de fusão foi apresentada ao Carrefour em junho pelo fundo Gama pertencente ao BTG Pactual, do investidor André Esteves, e previa o apoio financeiro do BNDES. O banco informou que a operação sairia en torno de 2 bilhões de euros ( 4,5 bilhões de reais)

Pela proposta apresentada ao Carrefour, o BNDESpar, braço de investimento do banco estatal, entraria com R$ 3,91 bilhões no negócio e o BTG Pactual com R$ 690 milhões. Ambos se tornariam sócios do Pão de Açúcar.

Desde o anúncio das negociações, o Casino critica o fato de Abilio Diniz ter iniciado as dicusões sem ter sido comunicado. O Casino destaca que comprou em 2005 o direito a ter o controle do Pão de Açúcar a partir de 2012 e afirma que “não abrirá mão deste direito”. A fusão com o Carrefour é vista pelo grupo francês como uma tentativa de Diniz de tentar manter o controle do Pão de Açúcar.

Anúncios

O que você achou da notícia? Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s